Rede Social de Justiça e Direitos Humanos

O capital financeiro e a especulação com terras no Brasil

Publicação da Mural Internacional, com apoio de "Land Research Action Network - LRAN" 

 

 

 

 Resumo: O artigo elabora uma análise crítica do processo de reprodução da industrialização da agricultura a partir da crise de acumulação capitalista. Capitais financeiros internacionais de empréstimo fomentaram a internalização da produção de insumos industriais agrícolas no Brasil, em um período que coincide com a crise da dívida externa brasileira na década de 1980. A partir da metade da década de 1990, a retomada dos financiamentos para a rolagem de dívidas promoveu um novo ciclo de industrialização da agricultura. Essa tendência se acentuou nos anos posteriores durante o período de alta dos preços das commodities no mercado internacional e fomentou o aumento da concentração de ativos financeiros na forma de maquinário e terras, gerando um novo ciclo de endividamento para o agronegócio na atualidade. Este processo de crise-acumulação é marcado pela superexploração do trabalho e pelo controle predatório de recursos naturais. 

 

Copyright © 2018 Rede Social de Justiça e Direitos Humanos. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre liberado sob os termos da Licença Pública Geral GNU.