Rede Social de Justiça e Direitos Humanos

Fundos de pensão fomentando a grilagem de terras no Brasil

Em todo o mundo, produtores rurais estão perdendo as suas terras, frequentemente de forma violenta, para grandes companhias e especuladores que veem terras produtivas como um investimento lucrativo. Mas quais são os complexos mecanismos que estão por trás desses processos? 

Este vídeo de animação mostra como um fundo global agrícola, gerenciado pelo gigante financeiro americano TIAA-CREF, usou uma complexa estrutura corporativa para evitar as restrições brasileiras a investimentos estrangeiros na agricultura do país. Desta forma, a TIAA-CREF conseguiu adquirir terras de um empresário brasileiro que fez uso de violência rural e fraude para grilar grandes áreas de terras produtivas de pequenos produtores e povos indígenas nos estados brasileiros do Maranhão e Piauí. Este vídeo pretende pressionar os fundos de pensão para que eles tornem públicos os nomes e localizações das terras produtivas que foram adquiridas ao redor do mundo e que parem de fazer especulação financeira com terras griladas.

Lutas pela terra e recursos naturais tem se intensificado no Brasil, onde 150 ativistas ambientais já foram assassinados desde 2012, muitos dos quais estavam brigando para proteger as terras de pequenas comunidades agrícolas. É muito importante para nós expor a identidade das pessoas e dos mecanismos ilegais que estão por trás de toda essa violência e dizer um BASTA para a especulação de terras produtivas.

Esse vídeo foi produzido pela Rede Social de Justiça e Direitos Humanos, GRAIN, Inter Pares and Solidarity Sweden - Latin America.

Para maiores informações, veja “Foreign pension funds and land grabbing in Brazil”, November 2015, https://www.grain.org/e/5336

Copyright © 2017 Rede Social de Justiça e Direitos Humanos. Todos os direitos reservados.
Joomla! é um Software Livre liberado sob os termos da Licença Pública Geral GNU.